Orando pelo povo

 Orando pelo povo
Digiqole ad

ORANDO PELO POVO
Até que Paula Lemos (DEM) possa avaliar suas políticas pós-eleição, a maioria em função de uma reação do que a pandemia de Coronavírus vem causando de ruim na vida de todos, vai ter que seguir orando e acreditando nas providências divinas.

FASE VERDE PARA IGREJAS 1
Pastor Elson Santos (Republicanos) conseguiu emplacar a atividade religiosa como essencial para a população de Barretos. O projeto de lei tramitou desde setembro do ano passado na Câmara Municipal e foi sancionada pela prefeita Paula Lemos (DEM) nesta terça-feira (30) após aprovação pelos vereadores.

FASE VERDE PARA IGREJAS 2
Inicialmente o jurídico da Câmara Municipal sugeriu o arquivamento do projeto de lei por considerá-lo inconstitucional. “(…) invade a competência da União e do Estado, não sendo recomendável sua tramitação”. – diz o parecer.

PREFEITA ARTICULADA
Articulação da prefeita Paula Lemos (DEM) junto à mesa diretora da Câmara Municipal conseguiu adiantar a liberação de R$ 700 mil das economias da Câmara Municipal. O recurso será aplicado na manutenção de leitos da pandemia de Coronavírus.

LEI SECA E LOCKDOWN
Para tentar conter a contaminação do Coronavírus, o prefeito de Miguelópolis, Naim Miguel (PSDB), decretou lockdown nos dias 2, 3, 4, 10 e 11 de abril. Também decretou Lei Seca proibindo a comercialização de bebidas alcoólicas no município para coibir festas.

PROMESSA NÃO CUMPRIDA
Dentre os 11 hospitais de campanha prometidos pelo Governo de São Paulo, apenas 2 estão em operação: um em Campinas, o outro em Barretos.

MAL CHEIRO
Moradores do entorno de frigoríficos reclamam do forte mau cheiro exalado no período noturno. Em 2019 a Defensoria Pública e o Ministério Público se reuniram com a direção do Minerva e JBS que solicitaram o reparo no equipamento que controla a emissão de odores. Ambas empresas foram notificadas naquela época pela CETESB por conta da poluição ambiental.

PERGUNTA CHATINHA
Os aliados de ocasião (leia-se deputados federais do ‘centrão’) e os alinhados por convicção participaram da maquiagem do orçamento 2021 que poderá levar o governo federal às pedaladas fiscais. Será que Jair Bolsonaro poderá se dar mal como a Dilma Roussef?

PARA NÃO ESQUECER
A data de 31 de março de 1964 foi marcada pela tomada do poder pela Marinha, Exército e Aeronáutica por conta da formação de um “suposto” governo que queria implantar o comunismo no Brasil. Tiveram apoio de parte da população, imprensa e Igreja Católica. O governo militar durou até 15 de março de 1985.

Igor Sorente é jornalista e escreve semanalmente para a coluna.
Contato: falecom@igorsorente.com.br

Digiqole ad
Igor Sorente

Igor Sorente

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta