Fundo de Vale é inaugurada pela Prefeitura

 Fundo de Vale é inaugurada pela Prefeitura
Digiqole ad

A Prefeitura de Barretos inaugurou na noite de sexta-feira (28), as obras da Fundo de Vale, que margeia o Córrego do Aleixo. O projeto consistiu na construção de um novo canal ao longo do curso do ribeirão que vai desde a Rua 34 à Rua 12, com variações de 5,0 metros a 6,5 metros de largura e profundidade de 3,0 metros a 4,5 metros, conforme os pontos de declive e pontes.
A obra é um antigo sonho do município, visando solucionar o problema de enchentes na Baixada do Aleixo. A execução foi feita em convênio com o Governo Federal, por meio do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). O ato de entrega foi marcado pelo descerramento de placas, na Praça Professora Anita Carvalho de Ávila – Rua 18 x Avenida 9.
A obra, finalizada recentemente, teve a execução de um projeto paisagístico, feito pela Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente que em alguns trechos, completou o plantio de grama, fez o plantio de árvores.
Também foram construídas calçadas, instalados playgrounds ecológicos, bancos no entorno e barras de proteção.
Ao entregar oficialmente a obra, o prefeito Guilherme Ávila, lembrou, que logo no primeiro mês de sua primeira gestão, em 2013, houve uma grande enchente e a obra, que tinha sido iniciada meses antes, que foi retomada posteriormente. Além disso grande parte da desapropriação dos imóveis não haviam sido pagos. Levantamento da Secretaria Municipal de Finanças apontava que desde o início da obra, em 2005, até dezembro de 2012, haviam sido quitados apenas R$ 1,4 milhão em desapropriações.
“Agora no final, tanto no que diz respeito ao trecho 1, que compreende a região entre as avenidas 9 e 13 e ruas 14 e 18, quanto no trecho 2, que compreende a região entre as ruas 18 e 38, atualizados os pagamentos das desapropriações feitos pela Prefeitura de 2013 para cá, somam R$ 8.663,553,70.” – afirmou.
O projeto da Fundo de Vale só recebeu recursos federais para a execução da obra e tudo o que foi pago de desapropriações saiu dos cofres da Prefeitura, num empenho muito grande para equacionar esses pagamentos no orçamento municipal.” – disse o prefeito.
“Quando iniciei a gestão a obra estava apenas no início e foi preciso a Prefeitura garantir sua execução para não haver um prejuízo maior, tanto aos cofres públicos, quanto nas possíveis enchentes que ameaçavam o centro da cidade. Era um grande desafio que se tinha. Quem olha hoje aqui, talvez não se lembre de tantos imóveis que havia. Foram mais de R$ 8,6 milhões pagos pelas desapropriações neste tempo que estou na Prefeitura. É um momento histórico para Barretos. Enchentes como aquelas só ficarão na memória.” – revelou Guilherme Ávila, observando que algumas coisas que não constavam no projeto foram feitas pela Prefeitura, como iluminação, playground e outros itens. O prefeito lembrou ainda que foi solucionado também o problema de enchentes com as obras na região da Avenida 43.
O secretário Rafael Ducati, lembrou, que em 2015, quando assumiu a Secretaria de Obras e Serviços Urbanos, seu pai, José Domingos Ducati, convidado por Guilherme Ávila, dizia que o seu grande desafio era concluir a Fundo de Vale. “Estou muito feliz em completar o desenvolvimento deste projeto e a tarefa que se propôs o meu pai. Este é um momento muito especial para mim.” – disse.

Digiqole ad
Redação

Redação

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *