Vacinação é essencial para a saúde

 Vacinação é essencial para a saúde
Digiqole Ad

Manter a carteira de vacinação da garotada em dia é mandatório para evitar moléstias que podem impactar na vida das pessoas. Os pais também devem ficar atentos para as doses de reforço, que são oferecidas nas campanhas durante o ano. Segundo dados do Ministério da Saúde, a imunização contra a poliomielite, por exemplo, atingiu 84% da cobertura contra a meta de 95% do público-alvo. 

“Os pais precisam completar todo o esquema de vacinação dos filhos. O vírus da pólio, por exemplo, ainda circula no mundo e pode encontrar ‘brechas’ e voltar a afetar as crianças.” – alerta Dr. Pedro Oliveira.

Desde 1990, as autoridades brasileiras não registram casos de pólio no território nacional, mas como a doença não foi erradicada no mundo, a vacinação é a única ferramenta para evitar o contágio com o vírus. A vacinação denominada tríplice / tetra viral também deve ser seguida de perto pelos responsáveis com os cuidados com a garotada. Ela protege contra sarampo, caxumba, rubéola e catapora. 

“Precisamos ficar atentos a esse calendário. Só no ano passado, o município de São Paulo registrou mais de 3.000 casos de caxumba. A maioria dos casos foi registrada nas escolas e mostra que muitas famílias não vêm seguindo adequadamente o calendário de vacinação.” – aponta ele. 

O médico alerta para os riscos que doenças evitáveis podem provocar às pessoas. A caxumba, por exemplo, pode causar encefalite e meningite nos casos mais severos. “Já a catapora, principalmente entre as grávidas, traz riscos para a gestante e pode provocar má formação fetal.” – explica Dr. Pedro.

Digiqole Ad

Redação

Relacionado

Deixe um comentário

Ops, você não pode copiar isto!