Os Independentes e CNAR apresentam nova sede em Barretos e diretrizes para Campeonato Brasileiro

 Os Independentes e CNAR apresentam nova sede em Barretos e diretrizes para Campeonato Brasileiro
Digiqole Ad

A Associação Os Independentes e a CNAR (Confederação Nacional do Rodeio) – apresentaram terça-feira (31), as novas diretrizes e também a nova sede localizada em Barretos. O encontro reuniu organizadores de competições, tropeiros, competidores e diretoria de entidades na Pousada dos Tropeiros, no Parque do Peão.

A mudança da sede para Barretos foi uma conquista que chegou através do trabalho da coordenadoria executiva da CNAR formada por Flávio Junqueira, Toni Nascimento, Léo Vidal, Ney Macedo, Hussein Gemha Junior, presidente de Os Independentes e Jerônimo Muzetti, diretor financeiro da CNAR e da Associação. “É obrigação de Barretos estar à frente dessa iniciativa. Tudo que a lei exige nosso evento faz e vai além. Este ano, por exemplo, estamos construindo um dormitório para 80 competidores, seguindo orientações do Ministério do Trabalho. Cumprimos as exigências de forma pioneira e somos fiscalizados como todas as outras competições. Abraçamos a luta do Roberto Vidal para manter a Confederação durante estes 15 anos e independente de quem estiver no comando de Os Independentes, continuaremos dando suporte à Confederação.” – afirmou o presidente Hussein.

A sede funcionará junto ao prédio do Ecoa, no Parque do Peão e oferecerá suporte jurídico e veterinário para todos os segmentos do rodeio e provas cronometradas. Segundo o presidente da CNAR, Roberto Vidal, o objetivo da instituição é regulamentar os eventos no país. “Já contamos com a parceria da LNR [Liga Nacional de Rodeio], Circuito Rancho Primavera, Ekip Rozeta e PBR, na montaria em touros; Copa Panther, na modalidade cutiano e ProHorse em sela americana e bareback.” – afirmou Vidal.

O advogado da Confederação, Paulo Kachan, está há cerca de cinco anos atuando no universo das montarias e apontou a importância dessa entidade unificando e regularizando os eventos. “A CNAR é a única representante oficial do rodeio, entidade máxima fundamentada na Lei Pelé – Lei do Desporto, que estabelece a oportunidade de ter um representante nacional para cada esporte. É importante ter esta unidade para todos falarmos a mesma língua.” – disse. Ainda segundo Kachan a grande missão da CNAR é ultrapassar os muros das arenas e ecoar no poder judiciário, legislativo e Ministério Público.

Para que haja essa unidade a proposta da CNAR é a aplicação do Selo Verde, um documento validado por profissionais da medicina veterinária autorizados pelo Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento com fotos, laudos, informações sobre bons tratos aos animais como transporte alojamentos, alimentação, entre outros dados. “O relatório Selo Verde é palpável para o Ministério Público, ele nos dá respaldo em busca do reconhecimento e valorização do rodeio.” – afirmou Paulo Kachan.

Todos os eventos, em qualquer lugar do país, que aderirem ao Selo Verde, além de terem todo respaldo da Confederação, pontuarão para a grande final do Campeonato Brasileiro promovido pela CNAR que este ano acontecerá durante o 24º Barretos International Rodeo, de 25 a 28 de agosto. “Reuniremos na competição os 10 primeiros colocados dos principais campeonatos do Brasil e também 15 competidores de etapas abertas. Serão de 35 a 40 montarias por dia na modalidade touro.” – declarou Jerônimo Muzetti.

Digiqole Ad

Redação

Relacionado

Deixe um comentário

Ops, você não pode copiar isto!