Produtor rural pode solicitar crédito a juro zero

 Produtor rural pode solicitar crédito a juro zero
Digiqole ad

Os produtores rurais do Estado de São Paulo podem solicitar até R$ 20 mil em crédito a juro zero por meio do Programa de Crédito Retomada, uma iniciativa do Sebrae-SP com as fintechs BizCapital e Nexoos. A inclusão dos produtores no programa contou com apoio da Faesp e Senar-SP. O produtor terá seis meses para começar a pagar as parcelas e o valor total pode ser dividido em até 42 vezes.
O objetivo do Retomada é ajudar o pequeno empreendedor na superação dos impactos causados pela crise da Covid-19. Um diferencial do programa é o crédito orientado. Ou seja, o produtor terá um mínimo de seis meses de orientação dos especialistas do Sebrae para a gestão e bom uso do crédito, uma jornada que combina mentorias coletivas, atendimentos individuais e cursos.
“Com a pandemia, os produtores rurais viram bares, lanchonetes e restaurantes, seus principais clientes, interrompendo as atividades, e por isso precisaram se conectar e digitalizar rapidamente. É um caminho sem volta e por isso os recursos do Retomada chegam em boa hora, com juro zero e início de pagamento no ano que vem que vão garantir melhor reorganização para que haja continuidade das operações.” – destaca Tirso Meirelles, presidente do Sebrae-SP.
De acordo com a 6ª pesquisa do Sebrae sobre o tema, 45% das empresas do agronegócio já vendiam por meio das redes sociais, aplicativos e internet antes da pandemia. Outros 14% passaram a vender por causa da crise, 15% ainda não vendem, mas gostariam de começar em breve, e ainda 15% não sabem como isso se aplica ao seu negócio.
Outra característica do programa é que o produtor encontra exigências mais simples de documentação em comparação com outras linhas. Os documentos exigidos são: RG, CNH, CPF, comprovante de residência, Declaração de Aptidão ao Pronaf, extratos bancários, declaração de imposto de renda ou declaração de um contador, além de conta bancária de pessoa jurídica ou, se não tiver, de pessoa física.
A parceria com as fintechs, as startups do mercado financeiro, trouxe ainda agilidade e desburocratização para o processo. O dinheiro é liberado em até sete dias e todo o processo é feito online por meio do site creditoretomada.com.br.

Digiqole ad
Redação

Redação

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *