Criada em 1909, Companhia de Reis leva mensagem de esperança e fé para famílias

 Criada em 1909, Companhia de Reis leva mensagem de esperança e fé para famílias
Digiqole Ad

Há mais de um século a Companhia de Reis Associação e Congregação de Cantos Epifanicos Magos do Oriente segue levando fé, conforto e esperança aos lares barretenses e guairenses. Criada por devoção, em 1909, por Joaquim Monteiro na fazenda Mata em Guaíra, interior de São Paulo, tem como embaixador Walmir Pedro, filho e neto de foliões tradicionais da Companhia de Reis dos Irmãos Pedro, que deu origem a atual Companhia. O sr. Dercidio Pedro, pai de Valmir, foi o embaixador da companhia até 1995, ano em que faleceu. 

Segundo a pesquisadora Sueli Fernandes, Valmir cresceu dentro da tradição dos Santos Reis. A sua primeira participação como folião aconteceu aos dez anos, quando foi caixeiro, passou por várias outras funções e nunca mais saiu da companhia, vindo a assumir a função de embaixador em 1996.

A companhia sai em giro no primeiro final de semana que antecede o nascimento de Jesus, percorrendo as ruas da cidade de Guaíra (onde a companhia surgiu), canta a anunciação do nascimento. Em Barretos, o giro tem início em 26 de dezembro e segue até 31 de dezembro, das 7 às 19 horas, quando a companhia canta o nascimento de Jesus. Os foliões encaram com muita seriedade, disciplina, dedicação e devoção o louvor a Jesus e aos Santos Reis, por isso, aqueles que trabalham programam férias para o período do giro.

Valmir destaca algumas mudanças nessas seis décadas de vida, como, por exemplo, o fato da cidade ter crescido bastante, o que exige que a companhia se antecipe no giro para não deixar os devotos sem a visita, pois, a missão da companhia é ajudar os devotos a cumprirem promessas e levar uma mensagem de esperança e fé para as famílias.

Neste domingo (22), o Rotary Club de Barretos promove o 1º Encontro de Companhias de Reis de Barretos. O evento está marcado para iniciar às 9h00 na Estação Cultural com entrada gratuita para toda a população. A renda com venda de bebidas e alimentos será destinada para a Fundação Rotária, Vila dos Pobres e Fundo Social de Solidariedade.

Digiqole Ad

Redação

Relacionado

Deixe um comentário

Ops, você não pode copiar isto!