Jovem brasileira se torna primeira atleta da história a ganhar tríade mundial no Jiu-Jitsu

 Jovem brasileira se torna primeira atleta da história a ganhar tríade mundial no Jiu-Jitsu
Digiqole ad

Conquistar o lugar mais alto no pódio brilha os olhos de todos os esportistas que decidem transformar o hobbie em uma profissão. Nem sempre o caminho é fácil, mas a determinação é, sem dúvida, uma das principais chaves do sucesso. Consagrando seu nome nessa missão, Gabi Pessanha, jovem brasileira de 21 anos que é patrocinada pela SEDA College, acaba de se tornar a primeira atleta da história a ganhar a categoria de peso absoluto no Jiu Jitsu no campeonato mundial, Panamericano, europeu e brasileiro em uma única season.

A modalidade, que se baseia em uma luta e finalização como estratégia de vitória contra o oponente, foi introduzida para a jovem aos meros 11 anos de idade, quando, por indicação de um amigo, decidiu assistir a um treino organizado em um evento social de sua cidade, Rio de Janeiro. “Meu sonho era ser jogadora de futebol, mas quando decidi fazer uma aula experimental de jiu jitsu, me apaixonei na hora”, revela a atleta.

A diversão foi o foco de seus treinos no início, sem que cogitasse a possibilidade de transformá-lo em algo além. Mas, ao mergulhar cada vez mais neste esporte e, ouvir relatos de jovens que puderam viajar o mundo graças a campeonatos globais, logo despertou o desejo de conquistar o mesmo. Na busca por sua nova jornada profissional como lutadora, o replanejamento foi essencial para que alcançasse sua meta de se tornar campeã mundial.

A primeira grande conquista veio após oito anos puxados de esforço. Com a faixa preta, ganha em 2019, suas ações se direcionaram ao pódio mundial, na mira de se tornar vencedora dos maiores campeonatos internacionais. A linha de chegada era clara, mas o caminho até lá foi desafiador. Como uma rotina de treino era intensa, a jovem passava, diariamente, cerca de 4 a 5 horas entre a prática do jiu jitsu – com séries de repetição, posição e estudo do adversário, junto ao fortalecimento na academia.

Em conjunto, o acompanhamento nutricional e psicológico também sempre estiveram presentes, de forma que auxiliassem em um preparo completo para os desafios a serem seguidos. “Desde o primeiro mês, vi que ela tinha algo diferente. Mesmo na faixa branca, a Gabi sempre se desafiava e nunca faltava nos treinos. Ela se comprometeu imensamente para o que buscava”, compartilha Marcio de Deus, treinador da campeã.

A determinação intensa por parte da brasileira, aliada ao profissionalismo de seu treinador, renderam frutos históricos, transformando-a na primeira atleta, em toda a história esportiva, a vencer os campeonatos mundial, Panamericano, brasileiro e europeu na categoria peso absoluto em uma única temporada (2021/2022), junto com a classe double gold. Desde 1996, nenhum outro homem ou mulher na faixa etária adulta, havia conquistado o mesmo feito.

Para Tiago Mascarenhas, CEO do Grupo Educacional SEDA, patrocinar o esporte é fundamental para o futuro da sociedade. “Nós acreditamos que o esporte transforma a realidade e aumenta os horizontes não só do atleta, mas de toda a sua família. É um dever social das empresas”, aponta.

Liderando o ranking mundial, a gratidão e perspectivas para a jovem são imensas. “A Gabi nasceu talentosa e preparada. Todos os seus treinos sempre foram de máxima qualidade e empenho. Tenho certeza de que ela ainda será a rainha do jiu-jitsu por um bom tempo”, finaliza o treinador. Agora, é se preparar para as próximas batalhas.

Digiqole ad

Redação

Relacionado

Leave a Reply