20 de Agosto de 2017 às 21:05Igor Sorente

Barretos avança na gestão fiscal e ocupa 105º posição no país


Barretos vem apresentando melhora na gestão fiscal. O município está no grupo de 626 municípios brasileiros que apresentaram conceito de boa gestão no IFGF (Índice FIRJAN de Gestão Fiscal) do Sistema FIRJAN (Federação das Indústrias do Estado Rio de Janeiro), divulgado esta semana e que leva em conta os dados enviados pelas administrações municipais ao Tesouro Nacional. Barretos ocupa a 105º posição entre os 5570 municípios brasileiros. 

O indicador leva em conta cinco critérios: capacidade de arrecadar sem depender dos repasses dos estados e da União, gastos com pessoal em relação ao orçamento, suficiência de caixa, capacidade de fazer investimentos e endividamento. O índice varia de 0 a 1. Prefeituras com nota entre 0,6 e 0,8 têm a situação fiscal considerada boa. Barretos obteve nota 0,7903.

"O índice comprova a responsabilidade com a qual o nosso município vem enfrentando este período de crise e dificuldades vivido pelo país. Avanços semelhantes foram constatados nos últimos quatro anos através de outros indicadores e de instituições reconhecidas, como a Fundação Getúlio Vargas." - destaca o prefeito Guilherme Ávila (PSDB).

Dentre os indicadores, os dois que se destacam considerados excelentes é o "custo da dívida" que avalia o comprometimento do orçamento com o pagamento de juros e amortizações de empréstimos contraídos em exercícios anteriores e a "liquidez" verifica a relação entre o total de restos a pagar acumulados no ano e os ativos financeiros disponíveis para pagá-los no exercício seguinte.

Publicidade

Fale com a gente pelo e-mail

contato@jornalosertanejo.com.br
Participe com sugestões, dicas, comentários e denúncias.

Enquete

Resultados

Podcasts

Publicidade
Publicidade