26 de Junho de 2019 às 10:04

Queima do Alho tem espaço temático e é preparada fiel à tradição para visitantes da Festa do Peão


Adesões custam R$ 40,00 para consumo à vontade. (Foto: André Monteiro)

Um cardápio que carrega história e tradição. A Queima do Alho, criada pelos peões de boiadeiro para poder alimentar o grupo no estradão, é mantida pela organização da Festa do Peão de Barretos, que além de realizar o tradicional concurso também oferece aos visitantes a oportunidade de consumir o prato.

Durante a 64ª edição do evento, que acontece de 15 a 25 de agosto, o cardápio que é composto por arroz carreteiro, feijão gordo, carne na chapa e paçoca de carne, será comercializado no Ponto de Pouso, mesmo local onde é realizado o concurso.

Nos dias 17, 24 e 25 de agosto, a Queima do Alho será servida no almoço – das 12h00 às 15h00 e nos dias 17, 18, 23 e 24 no jantar – das 19h00 às 22h00. O valor é R$ 40,00 por pessoa para consumação à vontade. Os ingressos são vendidos no local, com uma hora de antecedência. Crianças com até 10 anos de idade não pagam.

O Ponto de Pouso é totalmente tematizado, relembrando as raízes sertanejas e preservando a tradição. Os turistas podem conhecer os apetrechos utilizados antigamente para o preparo da comida dos tropeiros, uma legítima "venda", muito comum no interior, além do toque do berrante.


O concurso

O tradicional Concurso da Queima do Alho acontecerá no dia 18 de agosto, também no Rancho Ponto de Pouso, no Parque do Peão. Comitivas de diversas partes do país disputam o título. Um corpo de jurados especializado prova e vota nas melhores preparações e também avaliam a fidelidade ao sabor e aos costumes de cada comitiva. O Concurso é exclusivo para convidados.

Publicidade

Fale com a gente pelo e-mail

contato@jornalosertanejo.com.br
Participe com sugestões, dicas, comentários e denúncias.

Enquete

Resultados

Podcasts

Publicidade
Publicidade