04 de Junho de 2019 às 19:06

Deputado Geninho Zuliani e prefeito de Olímpia formalizam pedido de aeroporto para município


O deputado federal Geninho Zuliani (DEM/SP) participou, na terça-feira (3), em São Paulo, de audiência no DAESP (Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo), órgão vinculado à Secretaria Estadual de Logística e Transportes.

 O parlamentar acompanhou o prefeito da Estância Turística de Olímpia, Fernando Cunha, e o secretário de Governo, Guto Zanette, no encontro com o superintendente do DAESP, Antonio Claret. Durante a reunião, Claret recebeu estudo para implantação de aeroporto em Olímpia, com objetivo de alavancar o turismo municipal e potencializar a economia regional.

 Atualmente, a região é atendida por dois aeroportos com voos comerciais e particulares -  Barretos, a 50 quilômetros de Olímpia, e São José do Rio Preto, a 54 quilômetros. No documento, elaborado pela prefeitura, o município pleiteia área entre Olímpia e São José do Rio Preto para a instalação do aeroporto.

 A reunião contou com participação da secretária executiva de logística e transporte, Andra Robert e serviu para a discussão de outros assuntos relacionados a transporte e mobilidade. “Além do estudo de viabilidade para implantação do aeroporto, avançamos nas discussões sobre a duplicação das rodovias Assis Chateaubriand (SP-425) e Armando Sales de Oliveira (SP-322), nos trechos que contemplam Olímpia, a estadualização da vicinal Natal Breda, que liga Olímpia a Tabapuã, projeto de rotatória em bairros do município e a doação do prédio do DER para implantação da sede da Guarda Municipal.” - explicou Geninho.

Também em São Paulo, ainda com foco em Olímpia, o deputado participou de audiência no Departamento de Águas e Energia Elétrica, o DAEE. Na pauta, reunião com Lupércio Ziroldo Antonio, da Coordenadoria de Água Limpa. “Discutimos a possibilidade de liberação de mais recursos do governo estadual para conclusão da Estação de Tratamento de Esgoto de Olímpia, uma das maiores obras de saneamento do programa no interior do Estado, iniciada em 2011, sob minha gestão como prefeito. Esta obra contemplará 100% do esgoto da cidade, o que é vital para a sustentabilidade local e regional.” - disse Geninho.

 Olímpia precisa de R$ 7 milhões para conclusão das obras da ETE. Após a conclusão da obra, a estação terá capacidade para atender todo o município. Hoje, apenas 22,8% do esgoto da cidade é tratado.

Publicidade

Fale com a gente pelo e-mail

contato@jornalosertanejo.com.br
Participe com sugestões, dicas, comentários e denúncias.

Enquete

Resultados

Podcasts

Publicidade
Publicidade