11 de Janeiro de 2019 às 10:28

Novos governos estadual e federal dão sinais favoráveis ao setor de abastecimento


O presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), e o governador de São Paulo, João Dória (PSDB), deram sinais positivos para a área de abastecimento de alimentos. A nova ministra da Agricultura, Tereza Cristina, conhecedora do setor, e o interesse do governador em trazer o Entreposto Terminal de São Paulo da CEAGESP para esfera estadual foram bem recebidos pelos permissionários e associados ao NESP (Novo Entreposto de São Paulo), que aguardam o resultado do Chamamento Público relativo à definição da central de abastecimento da capital paulista.

Há seis meses, os participantes do Chamamento Público esperam o resultado do processo, que deveria ter saído em junho e determinará onde será construído o novo entreposto de São Paulo. Com essa nova estrutura política, espera-se uma resolução para o assunto, que já foi amplamente destacado por entidades ligadas ao setor de abastecimento, como o Sincaesp (Sindicato dos Permissionários em Centrais de Abastecimento do Estado de São Paulo) e a APESP (Associação dos Permissionários do Entreposto de São Paulo).

Ambos já declaram ser fundamental para o abastecimento de hortifrutigranjeiros no país a revisão da CEAGESP, uma vez que o atual entreposto não atende mais às necessidades de estrutura, operação e logística, causando prejuízos para o setor.

Além disso, a prefeitura de São Paulo, através do Plano de Intervenção Urbana - Arco de Pinheiros, já anunciou a saída da CEAGESP da Vila Leopoldina, o que gera insegurança para os profissionais que atuam no local, uma vez que faltam informações sobre o andamento dessa mudança.

Publicidade

Fale com a gente pelo e-mail

contato@jornalosertanejo.com.br
Participe com sugestões, dicas, comentários e denúncias.

Enquete

Resultados

Podcasts

Publicidade
Publicidade