20 de Dezembro de 2018 às 11:10

Região preserva devoção a Santos Reis


Companhia de Reis do Brejinho canta diante do presépio na Capela da Lagoinha. (Foto: Aquino José/ Seven Press)

A tradição das Folias de Reis se mantém viva entre os moradores. Até o dia 6 de janeiro, as companhias visitam as casas levando cultura e fé para os habitantes. A manifestação folclórica já faz parte da cultura da nossa região. A família de Carlos Alberto Avelino recebe a visita das companhias de reis há muitos anos. "Todas que passam na minha casa eu recebo."

Os encontros cantam a alegria do nascimento do menino Jesus e a visita às casas representa os três reis magos na caminhada para presentear o filho de Deus. É por meio de música e dança que uma das passagens mais importante do Cristianismo é relembrada. "A tradição é mantida pela religião. Muitas vezes a gente pede e cumpre a promessa. Eu tinha a voz rouca e entreguei para Santos Reis e Jesus e fui abençoado." - conta Lediomar Francisco Borges Batista, mestre de Companhia.

E a tradição da folia de reis tem passado por gerações. A Companhia de Reis do Brejinho por exemplo ultrapassa 120 anos e possui 27 membros. Vanildo Furniel é o mais velho entre os integrantes. A renovação está presente com jovens a partir de 14 anos de idade. Há também crianças que dançam vestidas de palhaço. Percorrem principalmente as Contendas, Lagoinha, Ibitu e Cachoeirinha. Apesar do êxodo rural, ainda encontram muitos devotos nas fazendas e sítios. "Nas casas nós cantamos pedindo a Jesus que abençoe o dono da casa, que dê forças a eles, que cuide deles." - afirma Furniel.

O evento que atrai mais devotos em Barretos é o da Fazenda Armour, no dia 6 de janeiro. No final da tarde do dia 11 de janeiro, está prevista procissão com a imagem do Menino Jesus e atores representando os três reis magos, acompanhado de várias companhias de reis. A caminhada religiosa sai da Catedral do Divino Espírito Santo e vai até a Capela de Santos Reis, no início da Avenida 9.

Em Guaíra, as comemorações se concentram no local onde é realizada a feira livre. O evento religioso-folclórico está confirmado para o dia 13 de janeiro.

Fonte: Aquino José e Igor Sorente/ Seven Press

Publicidade

Fale com a gente pelo e-mail

contato@jornalosertanejo.com.br
Participe com sugestões, dicas, comentários e denúncias.

Enquete

Resultados

Podcasts

Publicidade
Publicidade