01 de Novembro de 2018 às 09:14

Audiência pública no Senado vai debater lei antiterrorismo


A Comissão de Constituição e Justiça do Senado pautou, nesta quarta-feira (31), o projeto que endurece a lei antiterrorismo. O texto inclui como prática de terrorismo incendiar, depredar, saquear, destruir ou explodir qualquer bem público ou privado por motivação político-ideológica.

O líder do PT na Casa, senador Lindbergh Farias, criticou o projeto e defendeu uma audiência pública antes da votação. O autor do texto, senado Lasier Martins (PSD), defendeu a votação imediata da medida.

Por 9 votos a 4, a Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou a audiência pública para debater o tema antes da votação.

A alteração da lei antiterrorismo é defendida pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL). Em discurso para manifestantes na avenida paulista, antes do segundo turno, ele defendeu que as ações do MST e do MTST, sejam enquadradas na lei antiterrorismo.

Fonte: Agência Brasil

Publicidade

Fale com a gente pelo e-mail

contato@jornalosertanejo.com.br
Participe com sugestões, dicas, comentários e denúncias.

Enquete

Resultados

Podcasts

Publicidade
Publicidade