13 de Setembro de 2018 às 14:00

PIS referente a 2017 começa a ser liberado para trabalhadores nascidos em setembro


Trabalhadores da iniciativa privada nascidos em setembro e servidores públicos inscritos no Pasep, final 2, já podem sacar o abono salarial referente a 2017.

O pagamento do abono do PIS/Pasep ano-base 2017 começou no dia 26 de julho, e a liberação do dinheiro para os trabalhadores é feito de acordo com o mês de nascimento ou o número final da inscrição, a depender do programa.

Quem é da iniciativa privada, saca o dinheiro na Caixa Econômica. Servidores públicos podem retirar os valores no Banco do Brasil.

A quantia que cada trabalhador tem para sacar é proporcional ao número de meses trabalhados formalmente no ano. Quem trabalhou o ano todo recebe o equivalente a um salário mínimo (R$ 954). Quem trabalhou por apenas 30 dias recebe o valor mínimo, que é R$ 80.

Além do tempo de serviço, para ter direito ao abono, o trabalhador deve estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e ter os dados informados corretamente pelo empregador na Rais - Relação Anual de Informações Sociais.

Conforme o calendário de pagamento, inscritos no PIS e nascidos de julho a dezembro, recebem o benefício ainda este ano.

Já os nascidos entre janeiro e junho, terão o recurso disponível para saque no ano que vem. No caso do Pasep, servidores com inscrição final 0 a 4 recebem os recursos este ano; e de 5 a 9, apenas ano que vem.

A partir da liberação, o dinheiro ficará à disposição do trabalhador até 28 de junho de 2019, prazo final para o recebimento.

Além disso, está aberto, desde 26 de julho, o novo período para o pagamento do abono salarial ano-base 2016. Quase 2 milhões de trabalhadores não retiraram os recursos no prazo encerrado em 29 de junho. O valor ultrapassa R$ 1 bilhão e ficará disponível até 28 de dezembro.

Fonte: Agência Brasil

Publicidade

Fale com a gente pelo e-mail

contato@jornalosertanejo.com.br
Participe com sugestões, dicas, comentários e denúncias.

Enquete

Resultados

Podcasts

Publicidade
Publicidade