08 de Agosto de 2018 às 11:06

Exposição “Vivendo Cora Coralina” na Biblioteca do UNIFEB


28 obras estão expostas no centro universitário com entrada gratuita.

A poesia de Cora Coralina traduzida em artes plásticas, essa é a proposta da exposição inédita “Vivendo Cora Coralina” que acontece na Biblioteca “Profº Roberto Rossi Zuccolo”, no Campus do UNIFEB. São 25 artistas plásticos barretenses, convidados pela ABC (Academia Barretense de Cultura), que apresentam suas interpretações das palavras de uma das mais importantes poetizas brasileiras. A exposição, que acontece até 14 de setembro, pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 8h00 às 23h00. No total, 28 obras estão expostas.

Segundo a bibliotecária Daniela Alexandre da Silva, “a parceria cumpre o papel do centro universitário de oferecer ao seu público opções de eventos culturais e exposições que retratem a produção cultural da região.” - completa.

Os artistas participantes são: Adolfo Alonso, Ângela Ortiz, Bia Caiel, Conceição Ribeiro Borges, Daniel Volpi, Dado Stuart, Dorinha Vitali, Haydéia Delascart Queiroz, Jussara Helena Silva, Leila Amisy Pereira, Leonor Girardi Misiara Mokdici, Lília Parassú de Carvalho, Luzia Madalena Alves, Manoel Nunes Filho, Marcos Diamantino, Maria Tereza Wada Moura (Pat Wada), Marita Corrêa Magalhães de Paula, Marley Machado e Cristino de Figueiredo,   Newton Teixeira da Silva, Renata Magalhães de Paula, Renato Amisy Pereira, Rosa Maria de Ávila Rezek, Rute Alves Ferreira Meneghelo, Shirley Spaolonsi Pignanelli e Wilson Cassi.

 

Cora Coralina 

Cora Coralina é o pseudônimo de Anna Lins dos Guimarães Peixoto Bretas, que nasceu na Cidade de Goiás em 20 de agosto de 1889 e morreu em Goiânia em 10 de abril de 1985. Foi poetisa e contista, considerada uma das mais importantes escritoras brasileiras, teve seu primeiro livro publicado em junho de 1965 (Poemas dos Becos de Goiás e Estórias Mais), quando já tinha quase 76 anos de idade. 

Mulher simples, doceira de profissão, tendo vivido longe dos grandes centros urbanos, alheia a modismos literários, produziu uma obra poética rica em motivos do cotidiano do interior brasileiro, em particular dos becos e ruas históricas de Goiás.

 

Serviço:

Exposição “Vivendo Cora Coralina”

Na Biblioteca “Profº Roberto Rossi Zuccolo”, no Campus do Unifeb

Até 14 de setembro de 2018

De segunda a sexta, das 8h às 23h

Visitação gratuita

Publicidade

Fale com a gente pelo e-mail

contato@jornalosertanejo.com.br
Participe com sugestões, dicas, comentários e denúncias.

Enquete

Resultados

Podcasts

Publicidade
Publicidade