22 de Abril de 2018 às 18:23Igor Sorente

Vacinação contra gripe começa nesta segunda em todo o país


Começa nesta segunda-feira (23) a campanha nacional de vacinação contra a gripe. A meta do governo é imunizar 54 milhões de pessoas. Podem se vacinar gratuitamente em postos de saúde idosos, gestantes, crianças com idades entre seis meses e cinco anos, trabalhadores da saúde, professores, indígenas e mulheres que deram à luz há no máximo 45 dias.


Comprovação

Trabalhadores de saúde e do sistema prisional e professores precisarão comprovar sua condição. Os primeiros podem apresentar crachá, contracheque ou declaração da instituição com documento com foto. Já os professores e funcionários do sistema prisional precisam apresentar declaração da instituição em que trabalham e documento com foto. Pessoas portadoras de doenças crônicas e não transmissíveis também são contempladas, mas precisam apresentar prescrição médica de indicação da vacina.


Proteção

A vacina contra gripe fornecida pelo SUS (Sistema Único de Saúde) é trivalente e protege contra os vírus influenza A (H1N1 e H3N2) e influenza B (subtipo Brisbane). A previsão é de que a campanha dure seis semanas, até o dia 1º de junho. 


Dia D

Além da vacinação nas unidades de saúde, Barretos também irá participar do Dia D da Vacinação, em 12 de maio, para todos os grupos prioritários.


Influenza

Influenza é uma infecção viral que afeta o sistema respiratório. Suas transmissão e disseminação são fáceis, ocorrendo, principalmente, por meio de secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir, espirrar ou pelas mãos, que, após contato com superfícies recém contaminadas por secreções respiratórias, podem levar o agente infeccioso direto à boca, aos olhos e ao nariz. 

Os sintomas, muitas vezes, são semelhantes aos do resfriado, que se caracterizam pelo comprometimento das vias aéreas superiores, com congestão nasal, tosse, rouquidão, febre variável, mal-estar, mialgia e cefaleia.

A maioria das pessoas infectadas se recupera dentro de uma a duas semanas, sem a necessidade de tratamento médico. No entanto, nas crianças muito pequenas, idosos e portadores de quadros clínicos especiais, a infecção pode levar a formas clinicamente graves, pneumonia e morte.


Prevenção

Além de tomar a vacina atualizada, outras formas de se proteger contra a gripe são:


- Lave frequentemente as mãos;

- Procure ter uma alimentação balanceada e tome bastante água, pois isso reforça as defesas do organismo;

- Evite ambientes fechados e sem ventilação, assim como usar roupas ou calçados molhados no corpo por muito tempo;

- Use regulamente o álcool em gel para higienizar as mãos pois ele funciona como antimicrobiano;

- Use lenço descartável;

- Cubra a boca com o braço ao tossir ou espirrar;

- Deixar as janelas abertas para a circulação do ar;

- Evitar fumar e permanecer em ambiente contaminado pela fumaça do cigarro, - que irrita as vias respiratórias, facilitando as infecções virais e bacterianas;

- Mantenha a casa e os ambientes (inclusive o do trabalho) livres de poeira e sujeira, para evitar o agravamento de doenças simples, como a rinite e a sinusite, e as mãos limpas para evitar o contágio de doenças.

Publicidade

Fale com a gente pelo e-mail

contato@jornalosertanejo.com.br
Participe com sugestões, dicas, comentários e denúncias.

Enquete

Resultados

Podcasts

Publicidade
Publicidade